Stallone nega ter abusado de adolescente na década de 1980

WASHINGTON, 17 NOV (ANSA) - O ator norte-americano Sylvester Stallone, de 71 anos, negou as acusações de que ele e seu guarda-costas teriam abusado sexualmente de uma adolescente na década de 1980, informou a porta-voz do ator, Michelle Bega, nesta sexta-feira (17).   


O episódio foi relatado pelo tablóide britânico "Daily Mail", afirmando que a suposta vítima, uma garota de 16 anos, teria sido "intimidada" para ter relações sexuais com Stallone e seu guarda-costas Michael de Luca em um quarto de hotel em Las Vegas, nos Estados Unidos.   


Após isso, a jovem confessou que se sentiu "humilhada, envergonhada e assustada", resolvendo não denunciar o abuso para as autoridades.   


Segundo a porta-voz de Stallone, a acusação "é uma história ridícula e categoricamente falsa". "Ninguém sabia dessa história até ser publicada, incluindo Stallone. Ele nunca foi procurado por autoridades ou ninguém sobre esse assunto", acrescentou.   


Stallone é mais uma estrela de Hollywood a ser acusado de assédio sexual. Nas últimas semanas, surgiram diversas acusações contra Kevin Spacey, Dustin Hoffman e Harvey Weinstein.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos