'Estrada não é F1'

CIDADE DO VATICANO, 20 NOV (ANSA) - O papa Francisco fez uma dura crítica nesta segunda-feira (20) ao "baixo nível de responsabilidade de vários motoristas" que muitas vezes "perdem a atenção enquanto estão dirigindo por usar indevidamente o celular".   

Segundo o Pontífice, existem pessoas que "não percebem as consequências". "E isto, é causado por uma corrida e competição de estilo de vida que faz com que outros condutores sejam obstáculos ou adversários a superar".   

Desta forma, as ruas são "transformadas em pistas de Fórmula 1 e a linha do semáforo é o início de um grande prêmio", ressaltou Francisco.   

A declaração foi realizada aos líderes e funcionários da Polícia Ferroviária e Rodoviária da Itália, em decorrência da comemoração do aniversário de 110 anos da Polícia Ferroviária e dos 70 anos da Rodoviária. "Para aumentar a segurança, não basta sanções, mas é necessário uma ação educacional, que dá maior consciência das responsabilidades com os que viajam juntos", finalizou Jorge Mario Bergoglio. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos