Trump encerra programa de asilo para quase 60 mil haitianos

NOVA YORK, 21 NOV (ANSA) - A administração de Donald Trump anunciou que vai encerrar o programa de asilo humanitário temporário para cerca de 58 mil haitianos que vivem no país a partir de 22 de julho de 2019.   

Os vistos eram concedidos para os cidadãos daquele país desde 2010, quando um forte terremoto matou centenas de milhares de pessoas e devastou o território da ilha. De acordo com a Casa Branca, a decisão de encerrar o programa foi provocada pelos "significativos avanços" feitos pelo Haiti nos últimos sete anos. Os 18 meses para a finalização do programa foram dados para permitir que os haitianos possam voltar, de maneira ordenada, para suas casas no Haiti.   

O programa de Status de Proteção Temporária (TPS, na sigla em inglês) foi criado em 1990 para ajudar pessoas que migram para os EUA por conta de desastres naturais ou guerras. A ideia é proteger as pessoas por razões humanitárias até que existam condições que elas voltem em segurança para suas casas.   

Apesar dos "esforços" do Haiti, que conseguiu voltar a ter um governo eleito neste ano, o país de 2,5 milhões de habitantes continua como um dos mais pobres das Américas, com pessoas que vivem com menos de US$ 1,23 por dia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos