Italianos denunciam 'genocídio' de índios no Brasil

TURIM, 04 DEZ (ANSA) - Representantes de associações em defesa dos povos indígenas foram nesta segunda-feira (4) à sede do Conselho Regional (assembleia legislativa) do Piemonte, no noroeste da Itália, para pedir um "compromisso institucional" para sensibilizar a opinião pública sobre as violações dos direitos humanos dos índios.   


O grupo foi recebido pelos vice-presidentes do Comitê Regional para os Direitos Humanos, Enrica Baricco e Giampiero Leo, e denunciou um "genocídio" contra o povo Guarani-Kaiowá, que vive no Centro-Oeste do Brasil e reivindica a posse de terras ocupadas por ruralistas.   


Segundo os ativistas italianos, a sobrevivência dos índios está ameaçada pelas políticas agroindustriais e pela apropriação de terras. As associações pediram para o Conselho Regional aprovar uma moção em apoio aos Guarani-Kaiowá e receberam de Baricco e Leo o compromisso de levar a solicitação adiante. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos