Justiça espanhola mantém ex-vice-presidente catalão na cadeia

MADRI, 4 DEZ (ANSA) - O Tribunal Supremo da Espanha decidiu nesta segunda-feira (4) manter na cadeia o ex-vice-presidente da Catalunha Oriol Junqueras e o ex-ministro do Interior Joaquim Forn, presos sob a acusação de "rebelião" durante o processo de independência.   

Os dois líderes pró-independência, Jordi Sanchez e Jordi Cuixart, detidos cerca de uma semana antes do referendo separatista, no fim de outubro, também foram mantidos em regime fechado.   

Outros seis ex-ministros - Raul Romeva, Carles Mundó, Dolors Bassa, Josep Rull, Meritxell Borràs e Jordi Turrul - foram colocados em liberdade.   

Segundo o juiz Pablo Llarena, há o "risco de fuga e de reiteração do delito" caso Junqueras e Forn - além dos dois Jordis - sejam recolocados em liberdade.   

No entanto, o anúncio da decisão ocorre a poucas horas do início formal da campanha política para as eleições catalãs, marcadas para o próximo dia 21. Junqueras lidera a lista do ERC para o pleito, enquanto Sanchez é o "número dois" da lista do Junts Per Catalunya (JxCat), liderada pelo ex-presidente catalão Carles Puigdemont, que atualmente está no exílio em Bruxelas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos