Palestina apela a Putin para pressionar Trump sobre Jerusalém

TEL AVIV, 05 DEZ (ANSA) - Depois de ter recebido de Donald Trump a confirmação de que os EUA mudarão sua embaixada em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, o líder da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, telefonou para o mandatário da Rússia, Vladimir Putin, para alertá-lo sobre as "ameaças" contra a cidade.   

"É preciso fazer algo imediatamente para proteger Jerusalém e seus santuários islâmicos e cristãos, que estão expostos a riscos", disse Abbas, segundo a agência palestina "Wafa". O chefe da ANP aposta em Putin para pressionar Trump e demovê-lo da ideia de transferir a sede diplomática norte-americana.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos