FIA inaugura Hall da Fama da F1 e faz homenagem a Schumacher

ROMA, 6 DEZ (ANSA) - A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) inaugurou seu "Hall da Fama" da Fórmula 1 nesta semana, em cerimônia que reuniu diversos campeões mundiais na categoria e fez uma homenagem especial ao alemão Michael Schumacher.   


No local estão imagens e peças históricas dos 33 campeões mundiais da categoria máxima do automobilismo. A cerimônia contou com diversos pilotos e ex-pilotos, como Fernando Alonso, Sebastian Vettel, Nico Rosberg, Mario Andretti, Alain Prost, Nigel Mansell, Damon Hill e Jacques Villeneuve. O brasileiro Bruno Senna participou da cerimônia para representar seu tio, o tricampeão Ayrton Senna.   


Já o heptacampeão da F1 foi representado por sua porta-voz e representante oficial Sabine Kehm. "Michael teria ficado feliz em estar aqui porque ele sempre teve grande respeito por todos os aqui presentes. Ficaria honrado de fazer parte desse grupo", disse a assessora aos presentes.   


O maior campeão da história da categoria sofreu um grave acidente de esqui no fim de 2013 e, desde então, pouco se sabe sobre o atual estado de saúde do ex-piloto.   


A FIA tem um plano ambicioso para construir um local fixo para seu "Hall da Fama", que ficaria em Genebra, mas não há prazo final para a obra. Por enquanto, a galeria pode ser vista no Automobile Club da França. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos