Morre modelo inglesa pivô de escândalo político nos anos 60

LONDRES, 6 DEZ (ANSA) - Morreu nesta segunda-feira (4), aos 75 anos, a ex-modelo britânica Christine Keeler, pivô do escândalo político que, na década de 1960, ajudou a derrubar o governo conservador de Harold Macmilan.   

"Minha mãe morreu na noite passada, por volta das 23h30. Ela ocupou um lugar na história britânica, mas pagou um preço alto por isso. Todos somos e estamos orgulhosos de quem ela foi", escreveu o filho da ex-modelo, Seymour Platt, em sua conta no Facebook nesta terça-feira (5).   

Aos 19 anos, Keeler teria vivido uma relação amorosa com o então secretário para a Guerra do Reino Unido, John Profumo, e ao mesmo tempo, teria se envolvido com o diplomata soviético Eugene Ivanov Isso ocorreu em meio à Guerra Fria, onde a Grã-Bretanha e a então União Soviética eram rivais clássicas. A revelação dos dois relacionamentos caiu como uma bomba no país, derrubando Profumo de seu cargo e provocando uma alta rejeição aos conservadores. O partido do premier Macmilan perdeu as eleições no ano seguinte.   

Keeler sofria de problemas pulmonares causados pelo consumo de cigarros. Ela estava internada no Royal University Hospital, em Farnborough, e deixa dois filhos e uma neta. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos