Liga Norte 'esconde' nome para ampliar alcance nacional

MILÃO, 21 DEZ (ANSA) - O conselho federal do partido ultranacionalista italiano Liga Norte aprovou nesta quinta-feira (21) uma mudança histórica em seu símbolo eleitoral e a oficialização de Matteo Salvini como candidato a primeiro-ministro em 2018.   

O emblema que estampará todas as ações da legenda para as eleições do ano que vem não exibe mais a palavra "Norte", o que vai ao encontro do antigo desejo de Salvini de popularizar a Liga em todo o país e romper sua identificação com a parte setentrional da península - o nome do partido, no entanto, continua o mesmo.   

A legenda foi fundada em 1989, pelo deputado Umberto Bossi, com o nome de "Liga Norte para a Independência da Padania", planície do norte da Itália que engloba algumas das regiões mais ricas do país. Bossi, hoje presidente vitalício da Liga, não participou da votação desta quinta no conselho federal.   

Desde que assumiu o partido, o eurodeputado Salvini vem tentando imprimir um caráter nacional a suas ações e abandonou seu histórico pleito pela independência da Padania, levando a Liga Norte para a extrema direita e dando mais atenção a questões como imigração, terrorismo e saída do euro.   

"O objetivo é uma centro-direita vencedora, que superará os 40%, e que a liderança seja da força política mais concreta, a Liga.   

Hoje começamos um percurso que levará a Liga para além dos 20%, a primeira força da centro-direita, que vencerá as eleições", declarou Salvini.   

O pleito legislativo deve ocorrer no início de março de 2018, e as pesquisas apontam que uma eventual coalizão entre Liga Norte, Força Itália (FI) - partido moderado presidido por Silvio Berlusconi -, e a legenda ultranacionalista Irmãos da Itália (FDI) tem grandes chances de vencer a disputa.   

Atualmente, Liga e FI estão em situação de empate técnico, com aproximadamente 15% das intenções de voto, e àquela que terminar na frente caberia indicar o primeiro-ministro caso essa hipotética aliança, que já se desfez em diversas ocasiões no passado, se confirme. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos