Papa denuncia ações para 'distorcer' o Natal

CIDADE DO VATICANO, 27 DEZ (ANSA) - O papa Francisco denunciou nesta quarta-feira (27), durante sua audiência geral no Vaticano, um movimento para "distorcer" o Natal em nome de um "falso respeito de quem não é cristão".   

Segundo o líder da Igreja Católica, esse fenômeno, que "esconde a vontade de marginalizar a fé", é particularmente comum na Europa, onde as pessoas "eliminam da festa qualquer referência ao nascimento de Jesus".   

"Mas, na realidade, esse acontecimento é o único e verdadeiro Natal! Sem Jesus, não existe Natal. E se ele está no centro, então todo o entorno, isto é, as luzes, os sons, as várias tradições locais, até as comidas típicas, criam a atmosfera da festa. Mas se o tiramos, a luz se apaga e tudo vira falso", disse.   

Segundo Francisco, até a troca de presentes deve ser vista como um símbolo do "dom que Deus nos deu: Jesus". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos