Em discurso, Kim Jong-un diz ter 'botão nuclear' no Gabinete

TÓQUIO, 1 JAN (ANSA) - O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, voltou a ameaçar os Estados Unidos com um ataque e disse ter "o botão nuclear" em seu escritório.   

A mensagem de fim de ano do ditador, divulgada pela agência de notícias oficial KCNA no fim da noite do dia 31 de dezembro, ainda destacou que a força nuclear de sua nação "foi completada" e que pode atingir "qualquer parte" do território norte-americano.   

"A inteira área dos Estados Unidos continentais estão sob nosso raio de ação nuclear. Que os EUA não iniciem nunca uma guerra contra mim ou o meu país", ameaçou.   

No entanto, apesar das ameaças a Washington, Kim Jong-un adotou um tom mais conciliador com os vizinhos do Sul.   

"As Olimpíadas de Inverno, que ocorrerão em breve na Coreia do Sul, serão uma boa oportunidade para mostrar o estado da nação coreana e desejamos, sinceramente, que o evento se desenvolva com resultados positivos", disse sobre os Jogos de Pyeongchang, que ocorrem entre os dias 9 e 25 de fevereiro. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos