Topo

Ano de 2017 foi o mais seguro da história da aviação

02/01/2018 12h24

LONDRES, 02 JAN (ANSA) - Dois estudos publicados nesta terça-feira (2) mostraram que o ano de 2017 foi o mais seguro da história da aviação comercial, com pouquíssimas fatalidades no setor.   

Conforme um relatório da empresa de consultoria holandesa "To70", nos mais de 16 milhões de voos comerciais durante o ano, não houve nenhuma fatalidade.   

No entanto, o estudo não contabilizou a tragédia aérea em uma cidade turística da Costa Rica, neste domingo (31), que matou 12 pessoas. Esse foi o acidente aéreo com mais vítimas fatais entre os tripulantes.   

Já o grupo Aviation Safety Network divulgou que no ano passado houve 10 acidentes fatais, totalizando 79 vítimas. Em 2016, foram registrados 16 acidentes com 303 vítimas fatais.   

O acidente aéreo mais grave em 2017 ocorreu em janeiro, quando um avião de carga turco caiu em uma aldeia no Quirguistão, matando quatro membros da tripulação e outras 35 pessoas desta aldeia.   

A empresa enfatizou que, apesar do alto nível de segurança em aeronaves de linha, a taxa de incidência "extraordinariamente baixa" do último ano deve ser vista como "boa sorte". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.