Topo

Pela 1ª vez em 100 anos, Miss America terá mulher no comando

02/01/2018 10h00

ATLANTIC CITY, 02 JAN (ANSA) - Menos de duas semanas após um escândalo com o antigo CEO, a nova diretora do Miss Estados Unidos é a ex-vencedora da disputa Gretchen Carlson. Carlson foi eleita no concurso em 1989 e assumiu o cargo nesta segunda-feira (1).   


É a primeira vez em 100 anos de história da competição que uma ex-Miss participa da direção do concurso norte-americano. Ela também ajudou na repercussão de casos de abuso no trabalho, quando processou o antigo presidente da "Fox News" por assédio. A mudança vem 11 dias após o vazamento de e-mails que o antigo CEO Sam Haskell trocava com as candidatas, com linguagem jocosa e sexual. De acordo com o "The Huffington Post", ele chamou uma das antigas misses de "pedaço de lixo". Haskell renunciou em 23 de dezembro, após diversas candidatas solicitarem sua saída. A organização ainda anunciou a nomeação de três outras antigas Miss America: Laura Kaeppeler (2012), Heather French Henry (2000) e Kate Shindle (1998).   


"Todo mundo está chocado com os eventos ocorridos nos últimos dias e não tem sido fácil para quem ama o programa", declarou Carlson. Carlson ainda disse que vai trabalhar com todos os setores do Miss America, incluindo os diretores executivos e antigos líderes para "manter um processo de inclusão e transparência para identificar novos membros do conselho e administração." (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.