Roma pode transformar árvore de Natal em atração turística

ROMA, 02 JAN (ANSA) - Passadas as festas de fim de ano, a Prefeitura de Roma estuda um destino para sua já célebre árvore de Natal, apelidada de "Spelacchio" ("pelado", em tradução livre) por causa de seu aspecto pouco exuberante.   

Motivo de piada no mundo inteiro, a árvore acabou atraindo a curiosidade de moradores e turistas e virando destinatária de mensagens e pedidos deixados pelos visitantes. Na Prefeitura, há quem a compare com a estátua "Pasquino", onde os romanos costumam colar panfletos contra os poderosos.   

Uma das hipóteses avaliadas pelo gabinete da prefeita Virginia Raggi é colocar Spelacchio em outra parte da cidade, preservando sua função de "árvore dos desejos". Também fala-se em cedê-la para um artista realizar uma ou mais instalações ou cortá-la em pequenos pedaços e vendê-la como recordação.   

No entanto, o destino do pinheiro só deve ser conhecido na próxima semana, quando ele será removido da Piazza Venezia, no centro de Roma. A árvore foi encomendada no Val di Fiemme, em Trentino-Alto Ádige, extremo-norte da Itália, e custou 48 mil euros em dinheiro dos contribuintes.   

No entanto, logo após ser replantada, Spelacchio entrou em processo de decomposição, e seus já escassos ramos começaram a murchar. A escolha do pinheiro gerou críticas contra Raggi, que já falou em pedir uma indenização na Justiça por causa dos problemas relativos à árvore.   

Por outro lado, a própria prefeita disse também que os romanos "se afeiçoaram" ao pinheiro, embora uma associação de consumidores tenha entrado com uma ação no Tribunal de Contas do município por "danos ao erário". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos