Justiça nega liberdade a ex-vice-presidente da Catalunha

ROMA, 05 JAN (ANSA) - O Tribunal Supremo da Espanha negou nesta sexta-feira (5) um pedido de liberdade do ex-vice-presidente da Catalunha Oriol Junqueras, preso por "rebelião" no processo separatista da comunidade autônoma.   

Com isso, Junqueras segue em regime de detenção provisória, embora ele tenha sido eleito para uma vaga no Parlamento regional em 21 de dezembro de 2017 - seu partido, o Esquerda Republicana da Catalunha (ERC), foi o terceiro mais votado no pleito, com 21,4%.   

A decisão de negar a libertação de Junqueras foi tomada por unanimidade pelos três juízes da câmara de apelação do Tribunal Supremo. Segundo a corte, existe o risco de "reincidência" por parte do expoente catalão.   

Passados 15 dias das eleições, os partidos separatistas da Catalunha, que conquistaram a maioria no Parlamento, ainda não conseguiram definir quem guiará o novo governo regional. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos