Vice-chanceler da Áustria quer colocar refugiados em quartéis

BERLIM, 05 JAN (ANSA) - O vice-chanceler da Áustria, Heinz-Christian Strache, propôs que solicitantes de refúgio sejam colocados em quartéis enquanto seus pedidos de proteção internacional estejam sob análise do governo.   

Além disso, Strache sugeriu um "toque de recolher" para esses migrantes forçados, a fim de garantir a "ordem". Ele pertence à legenda ultranacionalista Partido da Liberdade da Áustria (FPÖ), que garante a maioria no Parlamento ao chanceler conservador Sebastian Kurz.   

Segundo Strache, os quartéis estão "subutilizados" e podem ser úteis para receber solicitantes de refúgio. "No passado já se discutiu a hipótese de instituir um horário limite para o retorno. É preciso ter ordem enquanto o procedimento de refúgio está em curso", justificou.   

A proposta desatou uma onda de críticas contra o vice-chanceler, que não demorou muito para se retratar, dizendo ter sido "mal interpretado". "Fizeram uma tempestade em copo d'água", afirmou, acrescentando que a questão não está na pauta do governo.   

Nos últimos anos, a Áustria já ameaçou em diversas ocasiões instituir controles na fronteira com a Itália em Brennero por causa do intenso fluxo migratório. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos