Ex-braço direito da prefeita de Roma vira réu

ROMA, 09 JAN (ANSA) - Raffaele Marra, ex-braço direito da prefeita de Roma, Virginia Raggi, virou réu nesta terça-feira (9) por abuso de poder na nomeação de seu irmão, Renato Marra, para um cargo de liderança na Secretaria de Turismo da capital italiana.   

Raffaele comandou o departamento municipal de recursos humanos de Roma nos primeiros meses do governo Raggi, eleita em junho de 2016, pelo Movimento 5 Estrelas (M5S). Segundo o Ministério Público, ele abusou de seu poder ao dar um cargo de alto escalão na Prefeitura para Renato, até então vice-comandante da polícia local.   

A própria prefeita virou ré por falso testemunho no mesmo caso, mas, por ela ter pedido o "rito abreviado", que dispensa a apresentação de testemunhas de defesa, seu processo foi desmembrado.   

De acordo com os investigadores, Raggi mentiu ao Ministério Público ao dizer que não tivera nenhuma participação na nomeação de Renato. No entanto, mensagens descobertas no celular de Raffaele mostraram que a prefeita e o chefe de RH chegaram até a conversar sobre o salário de Renato.   

O julgamento da prefeita foi marcado para 21 de junho, enquanto o de Renato ficou para 20 de abril, ambos no Tribunal de Roma.   

Em dezembro de 2016, o ex-chefe do departamento de pessoal chegou a ser preso por corrupção, mas por uma investigação anterior à posse de Raggi. Ele responde em liberdade. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos