Ex-dirigentes franciscanos irão a julgamento na Itália

MILÃO, 09 JAN (ANSA) - A juíza de inquérito preliminar Maria Vicidomini negou nesta terça-feira (9) o pedido de arquivamento da investigação sobre uma fraude de 20 milhões de euros na Ordem dos Frades Menores, instituição católica fundada por São Francisco de Assis.   

O arquivamento havia sido solicitado pelo Ministério Público, mas acabou negado pela magistrada, que, na prática, decidiu que os três frades suspeitos devem ir a julgamento. Os religiosos administravam as contas de entidades ligadas à ordem e são acusados de apropriação indébita.   

Os suspeitos são Giancarlo Lati, ex-tesoureiro da Cúria Geral dos Frades Menores; Renato Beretta, ex-tesoureiro da entidade Província da Lombardia San Carlo Borromeo; e Clemente Moriggi, ex-tesoureiro da conferência dos ministros provinciais da ordem.   

O Ministério Público deverá formular uma denúncia formal contra os frades, que será submetida novamente a um juiz de inquérito preliminar, antes de se iniciar o julgamento. As investigações começaram no fim de 2014, após as três entidades terem denunciado que os frades haviam realizado investimentos não autorizados com o corretor ítalo-suíço Leonida Rossi.   

Segundo os Frades Menores, mais de 24 milhões de euros de seus caixas foram transferidos para contas bancárias na Suíça, supostamente para serem aplicados em ativos de renda fixa. No entanto, as quantias nunca voltaram para a ordem franciscana e até hoje não foram rastreadas.   

Rossi se suicidou em novembro de 2015, após a divulgação da notícia de que ele era investigado pelas autoridades italianas.   

Na visão do Ministério Público, o caso deveria ser arquivado porque não há provas de que os ex-tesoureiros tenham feito esses investimentos em benefício próprio. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos