Empresa italiana vence licitação de defesa na UE

MILÃO, 12 JAN (ANSA) - O conglomerado industrial italiano Leonardo venceu a licitação da União Europeia para o desenvolvimento de um sistema que integre plataformas diferentes em missões de vigilância e interdição marítimas.   

Com o nome de "Ocean2020", o projeto é do Fundo Europeu de Defesa e terá orçamento de 35 milhões de euros. Seu desenvolvimento ficará a cargo da Leonardo, que guiará uma equipe formada por 15 países do bloco e 42 parceiros.   

"É o primeiro projeto de pesquisa tecnológica dedicado a um tema de grande atualidade e de interesse transversal para a Europa e a área do Mediterrâneo em particular", afirmou o CEO do grupo italiano, Alessandro Profumo.   

O projeto permitirá a integração de plataformas de diversos tipos (de superfície, subaquáticas e aéreas) com o centro de comando e controle das unidades navais, prevendo trocas de dados via satélite com as equipes em terra.   

A primeira demonstração do "Ocean2020" será feita em 2019, conduzida pela Marinha da Itália. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos