Político termina namoro após racismo contra noiva de Harry

ROMA, 15 JAN (ANSA) - O líder do Partido de Independência do Reino Unido (UKIP), Henry Bolton, terminou seu namoro com a ex-modelo Joe Marney, após a jovem fazer comentários racistas sobre a atriz Meghan Markle, noiva do príncipe Harry. Em declarações à imprensa, Bolton, de 54 anos, disse que sua relação com Joe Marney "se tornou, obviamente, incompatível com o seu papel político". Em uma entrevista à imprensa, a modelo descreveu Meghan Markle como "pequena plebeia burra", e que a "semente" da família da atriz - ou seja, suas origens africanas - "irá manchar nossa família real". Ela também disse que pessoas negras são "feias".   


Bolton também foi pressionado a deixar a liderança do UKIP, legenda que é contrária ao projeto continental da União Europeia (UE), mas rejeitou a hipótese. O político alegou que "muitas pessoas o apoiam", e que permaneceria no UKIP "pelo bem do partido". O príncipe Harry anunciou em 2016 o namoro com Meghan, que é atriz e conhecia por seu papel na série "Suits". Os dois irão se casar em 19 de maio e Harry já disse que sua noiva é alvo de "sexisto e racismo". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos