Papa recebe carta de comunidade chilena abalada por pedofilia

SANTIAGO, 16 JAN (ANSA) - O papa Francisco recebeu na manhã desta terça-feira (16) uma carta da comunidade de Osorno, no Chile, que pede a revogação do título de bispo dado por ele para o religioso Juan Barros.   

O bispo pertencia ao círculo mais próximo do pároco de El Bosque, Fernando Karadima, afastado de suas funções religiosas pelo Vaticano por conta de uma série de denúncias de abuso sexual e pedofilia de jovens padres.   

A carta foi entregue pela comunidade para o deputado Fidel Espinoza, que por sua vez, entregou o documento para o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, durante uma cerimônia no Palácio de La Moneda.   

Após a cerimônia, Espinoza afirmou que valoriza o pedido de perdão feito por Francisco durante seu discurso, mas pede que a Igreja Católica faça "ações mais concretas" para evitar esse tipo de crime dentro da instituição.   

Ele ainda afirmou que Jorge Mario Bergoglio está "mal informado" sobre a comunidade de Osorno, que é profundamente católica, mas que está dividida sobre a nomeação de Juan Barros.   

Por sua vez, o religioso sempre afirmou que não sabia dos casos de abusos cometidos por Karadima e sempre desmentiu as acusações de que acobertou os casos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos