Para combater preconceito, Paraguai promove 7ºMiss Gordita

ROMA, 16 JAN (ANSA) - Para combater a discriminação contra as mulheres acima do peso ou fora dos padrões mundiais de beleza, será realizada no Paraguai a 7ª edição do "Miss Gordita", concurso que elege a mulher plus size mais bela do país.   


De acordo com os organizadores do evento, a final da competição será em setembro, e o grande objetivo é lutar contra o preconceito que muitas mulheres sofrem por serem mais gordinhas.   


Na campanha para promover o concurso, foram reunidos diversos depoimentos de mulheres paraguaias que não conseguiram um emprego - ou sofreram algum tipo de prejuízo - por estarem acima do peso.   


Nos relatos, muitas garotas afirmaram que foram "contratadas com salários mais baixos do que as mulheres magras".   


A competição, que foi criada no Paraguai, além de promover a inclusão social de mulheres com obesidade, faz denúncias de discriminações às quais as vítimas estão sujeitas a sofrer no ambiente de trabalho, escolar ou familiar.   


A vencedora da última edição foi a estudante Gabriela Venialgo, de 20 anos. Após ganhar o concurso, começou a trabalhar como modelo e passou a receber um tratamento nutricional. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos