Inflação na Itália fecha 2017 com alta de 1,2%,informa Istat

ROMA, 17 JAN (ANSA) - A Itália deve fechar o ano de 2017 com uma inflação de 1,2%, informam os dados preliminares do Instituto Italiano de Estatísticas (Istat), encerrando um período de deflação.   

Como base, a entidade usou a alta nos preços de dezembro, que foi de 0,9% na comparação com o mesmo período de 2016, No comparativo de novembro, o valor se manteve estável.   

Em 2016, pela primeira vez desde 1959, a Itália registrou uma deflação de 0,1%. O temor do governo era de que a queda continuasse, causando assim problemas tanto no consumo como na produção da indústria italiana.   

Na média de 2017, o valor do chamado "carrinho de compras" teve alta de 1,5% - contra apenas 0,1% no ano anterior. O cálculo inclui o dinheiro gasto com compra de alimentos, de produtos de saúde e limpeza e de cuidados com a casa. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos