Itália prende mais de 30 pessoas em ação contra máfia chines

PRATO E ROMA, 18 JAN (ANSA) - Uma operação coordenada pela Direção Distrital Antimáfia (DDA) de Florença, na Itália, prendeu ao menos 33 pessoas acusadas de pertencer à máfia chinesa tanto em cidades italianas como na França e na Espanha nesta quinta-feira (18).   

O grupo é acusado de ser líder de um monopólio na entrada de produtos chineses por toda a Europa e ter hegemonia na questão da logística de importância, que foi conquistada após a imposição de "método mafioso" e alimentada por atividades criminosas típicas de grupos mafiosos.   

Criminalmente, eles responderão por associação criminosa de origem mafiosa. Além dos 33 mandados de prisão cumpridos hoje, há mais de 20 pessoas também sendo investigadas pelo mesmo crime.   

A investigação, batizada de "China Truck", foi iniciada em 2011 e foi conduzida, inicialmente, pela polícia da cidade italiana de Prato e do Serviço Central de Operações. As prisões de hoje também contara com o apoio das polícias de França e Espanha, que acompanharam as investigações. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos