Corte nega ação e mantém veto a rival de Putin nas eleições

MOSCOU, 19 JAN (ANSA) - A Corte Constitucional da Rússia rejeitou um recurso do líder de oposição Alexei Navalny contra a lei que o impede de disputar as eleições presidenciais de 18 de março de 2018.   

Rival de Putin e popular nas grandes cidades, embora desconhecido no interior, Navalny foi proibido de se candidatar por ter sido condenado a cinco anos de prisão, com pena suspensa. Ele é acusado de ter subtraído US$ 500 mil em madeira de uma empresa pública em 2009.   

Segundo seu advogado, a regra é incompatível com a constituição do país, mas o argumento foi rejeitado pelo tribunal, assim como já havia sido negado pela Corte Suprema, no fim de dezembro. Navalny pede que seus eleitores boicotem a votação de março e, em entrevista à ANSA, acusou Putin de criar um "sistema feudal" na Rússia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos