'Mulher Maravilha' será 1º filme com código contra assédio

SÃO PAULO, 23 JAN (ANSA) - A sequência do filme "Mulher Maravilha" será a primeira produção nos Estados Unidos a adotar o "código de conduta" contra assédio sexual em Hollywood.   


As regras foram divulgadas durante a premiação do Sindicato dos Produtores (em inglês, PGA), no último sábado (20). A atriz e correspondente da revista norte-americana "Vanity Fair", Rebecca Keegan, publicou uma nota em seu Twitter sobre o assunto.   


O documento, firmado sexta-feira (19), indica como os produtores e toda a equipe devem se comportar dentro e fora dos sets de filmagem. Além disso, eles terão de fornecer orientações a eventuais vítimas de abuso.   


Dentre as diretrizes, há a definição de assédio: "Um abraço, um beijo na bochecha ou um toque casual não configuram, necessariamente, assédio. O importante é se o comportamento é ofensivo ou se não é bem-vindo".   


As regras surgem após o escândalo de crimes sexuais que envolvem o produtor Harvey Weinstein, acusado de abuso por dezenas de mulheres. O código levou três meses para ser criado e, a partir de agora, deverá ser seguido pelos mais de 8 mil membros do Sindicato dos Produtores. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos