Companhia aérea Niki voltará para as mãos de Lauda

BERLIM, 24 JAN (ANSA) - A companhia aérea austríaca Niki, que decretou falência em meados de dezembro, será vendida para seu fundador, o tricampeão mundial de Fórmula 1 Niki Lauda.   

O anúncio foi feito na última terça-feira (23) pelo curador do processo falimentar da empresa, que deve voltar a operar no fim de março.   

Fundada por Lauda em 2003 e vendida para a alemã Air Berlin em 2011, a Niki quebrou no fim do ano passado, em meio ao processo de falência de sua controladora.   

Nos últimos meses, circularam rumores de que a companhia austríaca seria comprada pela holding International Airlines Group (IAG), dona da British Airways e da Iberia.   

Em sua retomada, a Niki deverá contar com 15 aviões. Em um futuro breve, Lauda controlará a empresa em parceria com o grupo britânico-alemão Thomas Cook. Os detalhes da negociação não foram divulgados. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos