Presidente do Foggia Calcio é preso por lavagem de dinheiro

MILÃO, 24 JAN (ANSA) - O presidente do Foggia Calcio, Fedele Sannella, foi preso nesta quarta-feira (24), acusado de lavagem de dinheiro. Segundo a investigação "Black Security", conduzida pela Direção Distrital Antimáfia (DDA) de Milão, Sanella teria recebido pessoalmente cerca de 400 mil euros, reutilizando a quantia para pagar os salários de atletas e outros funcionários do clube.   


As autoridades italianas fizeram buscas na casa de Sanella, de seu irmão e na sede do Foggia Calcio, descobrindo algumas conversas e notas que comprovariam a acusação.   


A mesma operação levou em dezembro à prisão do ex-presidente do Foggia Ruggiero Massimo Curci também por lavagem de dinheiro.   


Fundado em 1920, o Foggia disputa atualmente a segunda divisão do "calcio" e ocupa a 19ª colocação, com 22 pontos. Ainda não foi divulgado se o clube sofrerá alguma sanção na competição.   


Na história, viveu seu auge nos anos 1990, quando o time comandado por Zdenek Zeman, chegou a disputar a Liga Europa, se destacando na época com seu futebol rápido e totalmente ofensivo, o chamado "Foggia dei Miracoli".(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos