Catalunha marca posse de Puigdemont para 30 de janeiro

MADRI, 25 JAN (ANSA) - O presidente do Parlamento da Catalunha, Roger Torrent, convocou para a próxima terça-feira, 30 de janeiro, a sessão de posse do novo governador da comunidade autônoma. O líder separatista Carles Puigdemont, destituído pela Espanha em outubro passado, é o único candidato.   

Os debates começarão às 15h (horário local) e terão como ordem do dia o "programa e a votação da posse de Carles Puigdemont". O ex-presidente da região vive em autoexílio em Bruxelas, na Bélgica, desde o ano passado e deve reassumir o cargo por videoconferência, já que pode ser preso se voltar à Espanha.   

O governo do primeiro-ministro Mariano Rajoy pretende acionar o Tribunal Constitucional para tentar impugnar a candidatura de Puigdemont, medida chamada pelos separatistas de "tentativa de golpe de Estado".   

Segundo Madri, o ex-presidente da Catalunha não pode voltar ao cargo porque está "foragido" da Justiça e é alvo de uma ordem de prisão. Puigdemont é acusado de rebelião, sedição, prevaricação e desobediência no processo de independência da comunidade autônoma, que culminou em uma intervenção política da Espanha na região.   

Ele conta com o apoio dos partidos separatistas da Catalunha, que venceram as eleições regionais de 21 de dezembro. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos