Museu do Louvre fecha ala por causa de cheia no rio Sena

PARIS, 25 JAN (ANSA) - O Museu do Louvre, em Paris, fechou uma parte de sua seção de arte islâmica por causa da cheia no rio Sena, que corta a capital da França.   

O aumento do nível da água colocou as autoridades locais em estado de alerta, e a Prefeitura de Paris até recomendou a evacuação dos andares subterrâneos do Louvre, que abrigam centenas de obras de arte não expostas.   

Já o Museu d'Orsay, na margem oposta do Sena, cancelou um evento que estava marcado para esta quinta-feira (25) e transferiu alguns quadros para os andares mais altos. O rio atingiu nesta manhã a marca de 5,47 metros no centro de Paris e continua subindo entre um e dois centímetros por hora.   

O nível máximo da água, previsto para esta sexta-feira (26), deve ser superior a seis metros. A via Georges-Pompidou, que corre ao lado do Sena, está submersa, enquanto a linha de metrô que margeia o rio teve seus serviços interrompidos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos