Puigdemont pedirá permissão judicial para tomar posse

ROMA, 28 JAN (ANSA) - O ex-presidente da Catalunha Carles Puigdemont, indicado para assumir novamente o cargo, deve entrar na Justiça para solicitar uma permissão para retornar à Espanha e tomar posse, informaram fontes catalães à mídia local neste domingo (28).   

Atualmente, ele está em exílio em Bruxelas, na Bélgica, por conta de uma mandado de prisão por "rebelião" expedido a pedido do governo de Madri. No entanto, mesmo com as ações do governo contra ele, seu partido foi o mais votado nas eleições de dezembro, o que fez com que o presidente do Parlamento, Roger Torrent, o indicasse para liderar a Catalunha novamente.   

A notícia do pedido vem menos de 24 horas depois da Corte Constitucional da Espanha decidir suspender a posse dele, ao menos que ele retorne para o país e receba a autorização de um juíz do Tribunal Supremo. A queda de braço entre Espanha e Catalunha se acirrou desde a convocação de um referendo em prol da independência, em setembro do ano passado. Por conta disso, o governo de Madri dissolveu o governo local e convocou novas eleições, determinando a prisão de todos os líderes regionais à época. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos