Carteiro é preso por esconder 500kg de cartas na Itália

SÃO PAULO, 30 JAN (ANSA) - Um carteiro italiano foi preso nesta terça-feira (30) na cidade de Vicenza, no norte da Itália, acusado de esconder na garagem de sua casa 572 quilos de correspondências que deveriam ser entregues aos destinatários.   

De acordo com a imprensa local, a polícia foi chamada depois que trabalhadores de uma indústria de reciclagem foram mandados até a garagem para esvaziá-la. Lá, foram encontrados 43 contêineres plásticos cheios de cartas, contas, boletos e até panfletos eleitorais datados desde 2010.   

O homem, não identificado, tem 56 anos e é natural de Nápoles, segundo as autoridades. Ele foi suspenso de suas atividades pelo serviço postal italiano, que informou que entregará todas as correspondências aos destinatários, apesar de muitos itens terem vários anos de atraso.   

As autoridades iniciaram uma investigação interna para descobrir os motivos que levaram o funcionário a guardar as cartas. Para a polícia de Veneza, esta é a maior apreensão de material postal já efetuada na Itália. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos