China é ameaça tão grande quanto a Rússia, diz chefe da CIA

WASHINGTON, 30 JAN (ANSA) - O diretor da Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA), Mike Pompeo, afirmou que a China é uma ameaça tão grande para seu país quanto a Rússia, cujo governo é acusado de interferir nas eleições presidenciais de 2016.   

Em entrevista à rede britânica "BBC", Pompeo afirmou que os esforços chineses para "influenciar secretamente" o mundo ocidental preocupam tanto quanto a "obra de subversão" levada adiante por Moscou.   

O diretor da CIA citou como exemplo as supostas tentativas de Pequim de "roubar" informações comerciais norte-americanas e de se infiltrar em escolas e hospitais. "Os chineses têm uma pegada muito maior sobre a qual implementar essa missão em relação aos russos", declarou Pompeo.   

No entanto, ele alertou que ainda não percebeu uma "redução significativa" nas atividades subversivas da Rússia e que o país tentará influenciar nos resultados das eleições de meio de mandato, em novembro de 2018. "Tenho toda a expectativa de que eles continuarão a fazer isso", afirmou, fazendo a ressalva de que os EUA saberão garantir um pleito "justo e livre". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos