Bill Gates confessa que sente medo de ter Alzheimer

ROMA, 31 JAN (ANSA) - O fundador da Microsoft, Bill Gates, anunciou nesta quarta-feira (31) que seu pai, William, de 92 anos, sofre de Alzheimer.   

A revelação aconteceu em entrevista à emissora "NBC" e, além de contar sobre a doença do pai, Gates confessou também que tem medo de ter o mesmo problema. O magnata disse que investirá mais de US$ 100 milhões na busca de uma cura para a doença. "Um número cada vez maior de pessoas sofre de Alzheimer, é uma doença trágica. Eu realmente acho que, se nós organizarmos os recursos certos, é solucionável", disse Gates.   

Ele anunciou em novembro do ano passado que havia doado cerca de US$ 50 milhões de seu próprio bolso para ajudar nas pesquisas sobre o Alzheimer, enfatizando que a atitude poderia ser seguida por outros desembolsos.   

Além de combater o Alzheimer, Gates também doou US$ 40 milhões para o Instituto de Pesquisa Internacional de Animais de Criação, que desenvolve vacinas e medicamentos para bichos de fazendas.   

O magnata norte-americano pretende criar uma "superfazenda" na África, com vacas capazes de produzir quatro vezes mais leite, galinhas que botam ovos mais nutritivos e plantas resistentes à seca e a doenças.   

"Para mais de um bilhão de pessoas que vivem nos países mais pobres do mundo, a agricultura é a linha de vida para escapar da pobreza", concluiu Gates. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos