Na despedida de Yellen, FED mantém taxas de juros dos EUA

NOVA YORK, 31 JAN (ANSA) - Na última reunião sob o comando de Janet Yellen, o Federal Reserve (FED), o banco central dos Estados Unidos, manteve as taxas de juros do país em 1,25% a 1,50%, anunciou a entidade em relatório nesta quarta-feira (31).   

Segundo o FED, o andamento atual da economia permitirá uma nova elevação das taxas. Especialistas apontam que essa alta deve ocorrer em março, sendo a primeira das três que devem ser feitas durante todo esse ano.   

A entidade ressalta que a atividade econômica continuará a crescer em "ritmo sólido" enquanto o mercado de trabalho norte-americano fica cada vez mais forte.   

Após quatro anos à frente do FED, Yellen agora passa seu posto para Jerome Powell, membro da entidade desde 2012. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos