Venda da Alitalia pode ser fatiada entre 4 empresas

ROMA, 15 FEV (ANSA) - Um grupo de quatro empresas poderá ser a responsável pela compra da companhia aérea italiana Alitalia, informam fontes ligadas às negociações para a venda da maior empresa aérea do país nesta quinta-feira (15).   

De acordo com as fontes, Air France, Easy Jet, Delta e Cerberus estariam envolvidas no caso. A hipótese foi uma das alternativas debatidas durante essa fase de aprofundamento, que antecede a autorização para as tratativas para a venda de fato. A reunião para firmar o acordo deve ser realizada no próximo dia 22.   

A empresa italiana está sob intervenção do governo desde o primeiro semestre de 2017, após ter ficado insolvente, e continua operando graças a dois empréstimos públicas que totalizam 900 milhões de euros. Se não for vendida, a Alitalia corre o risco de entrar em falência.   

No entanto, nenhuma decisão concreta sobre a venda deve ser tomada depois do dia 4 de março, dia que a Itália irá às urnas para novas eleições legislativas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos