Joesley diz que fez 'gesto de dinheiro' em conversa com Temer

SÃO PAULO, 16 FEV (ANSA) - O empresário Joesley Batista afirmou em depoimento à Polícia Federal nesta quinta-feira (15) que fez o "gesto do dinheiro" com as mãos durante o encontro que teve com o presidente Michel Temer em março do ano passado, segundo informou a emissora "TV Globo".   


Segundo o dono da J&F, a sinalização foi feita ao questionar o presidente se poderia tratar "todos os assuntos" com o ex-deputado e ex-assessor especial de Temer Rodrigo Rocha Loures, que ficou conhecido como o "homem da mala". Loures foi flagrado com dinheiro de propina, pago pela empresa, em uma gravação feita pelas autoridades.   


Ainda de acordo com o empresário, Temer teria afirmado que o ex-assessor era alguém "da minha mais estrita confiança".   


Em resposta à emissora, a assessoria da Presidência afirmou que "o bandido Joesley Batista continua acrescentando mais mentiras a suas fantasias absurdas, já desmascaradas por suas próprias gravações que revelaram seus propósitos criminosos e políticos".   


A afirmação teria sido feita durante as longas horas do depoimento dado por Joesley à PF na investigação que analisa o pagamento de propinas da empresa Rodrimar, que opera concessões no Porto de Santos, e seria beneficiada por um decreto do governo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos