Itália prende quase 30 pessoas ligadas à máfia 'ndrangheta

REGGIO CALÁBRIA, 19 FEV (ANSA) - A polícia da Itália prendeu nesta segunda-feira (19) 27 pessoas suspeitas de ligação com a 'ndrangheta, a máfia da região da Calábria, no sul do país. Além disso, foram apreendidos 100 milhões de euros em dinheiro vivo e bens, incluindo 51 empresas.   

Os mandados de captura foram emitidos por um juiz de Florença, capital da Toscana, no norte da Itália, mas as detenções ocorreram em todo o território nacional. As pessoas envolvidas no inquérito são acusadas de associação mafiosa, lavagem de dinheiro, exercício abusivo de atividade financeira, fraude fiscal, crimes falimentares, entre outros.   

Segundo os investigadores, os suspeitos usavam recursos obtidos com o crime organizado para abrir empresas na Toscana. "O inquérito sobre a 'ndrangheta revela de modo claro que nem nossa região está imune à presença da máfia", escreveu no Facebook o governador Enrico Rossi.   

Junto com Cosa Nostra, da Sicília, e Camorra, de Nápoles, a 'ndrangheta forma a tríade das principais máfias da Itália, com tentáculos que chegam a diversos regiões do mundo, inclusive a América Latina. No entanto, por ser menos conhecida, muitas vezes acaba sendo subestimada. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos