MP investiga viagem internacional do prefeito do Rio

SÃO PAULO, 19 FEV (ANSA) - O Ministério Público do Rio de Janeiro abriu um inquérito nesta segunda-feira (19) para investigar o atual prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, por irregularidades em sua viagem no feriado de Carnaval. O presidente da Riotur, Marcelo Alves também é investigado pelo órgão. Crivella foi para a Alemanha com outras quatro pessoas - cujas passagens foram pagas pela prefeitura, além de duas diárias de hotel. Mas, os gastos contabilizam aproximadamente R$ 130 mil. O prefeito alegou que sua viagem foi "a serviço do Rio" e que não foi uma "viagem do guardanapo" - fazendo alusão a uma foto do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, com um guardanapo na cabeça em um restaurante em Paris. Desde que assumiu o cargo, há 14 meses, Crivella já realizou seis viagens internacionais, tendo ficado mais de 30 dias fora do país. Sua última locomoção foi realizada no dia 11 de fevereiro e terminou no último sábado (17). Enquanto o prefeito estava fora do país, Michel Temer decretou intervenção militar no Rio de Janeiro, em meio a crise de segurança no estado. Além disso, na quinta-feira (15) fortes chuvas desalojaram mais de 2 mil pessoas na região. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos