Trump apoia maior controle para compra de armas nos EUA

NOVA YORK, 19 FEV (ANSA) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, estaria disposto a aumentar os controles sobre as armas de fogo no país, informou o porta-voz da Casa Branca, Raj Shah.   

O republicano, que sempre defendeu o porte de arma e recebe apoio eleitoral de lobistas da Associação Nacional do Rifle (NRA), poderia concordar com controles federais de antecedentes crimimais mais rígidos para a compra de pistolas e fuzis, como está previsto em uma lei bipartidária apresentada ao Senado.   

Esta seria a primeira vez que Trump cogitaria endurecer os controles de armas nos Estados Unidos. A hipótese surge apenas cinco dias depois de mais um tiroteio no país, em uma escola de Parkland, na Florida, que deixou 17 mortos. Estudantes que sobreviveram ao tiroteio anunciaram a organização de uma marcha no dia 24 de março, em Washington, para exigir leis mais rígidas de controle de armas.   

O ataque foi cometido pelo jovem Nikolas Cruz, de 19 anos, um ex-aluno da escola Marjory Stoneman Douglas que usou um rifle semiautomático para os disparos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos