Aos 81, morre Gunter Blobel, ganhador do Nobel de Medicina

NOVA YORK, 20 FEV (ANSA) - Gunter Blobel, biólogo molecular que recebeu o Prêmio Nobel de Medicina, em 1999, morreu no último domingo (18), em Manhattan aos 81 anos, em decorrência de um câncer.   

A morte de Blobel foi confirmada por um porta-voz da Universidade Rockfeller, onde ele foi professor por alguns anos.   

O estudioso foi responsável por ter descoberto como as proteínas se movem dentro e fora das células, onde podem ajudar a regular os tecidos do corpo. Especialistas dizem que Blobel foi fundamental quando se fala em saúde, pois ele manteve a promessa de compreender os mecanismos por trás de algumas doenças, como: fibrose cística, Alzheimer, leucemia, entre outras.   

Nascido em Silésia na Alemanha, durante a Segunda Guerra Mundial, atuou como médico na América, mas sempre foi mais ligado às pesquisas. Após receber o prêmio, doou o saldo Nobel para Friends of Dresden, um grupo que ele fundou em 1994 para ajudar a restaurar o legado arquitetônico da cidade. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos