Premier da Itália vai a protesto contra fascismo e racismo

ROMA, 24 FEV (ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Paolo Gentiloni, compareceu neste sábado (24) a uma manifestação em Roma contra o fascismo e o racismo, em um dia em foram convocados comícios da extrema-direita e protestos em várias cidades da Itália. "É uma manifestação muito importante, é importante estar aqui", disse Gentiloni no ato contra o racismo e o fascismo promovido pela Associação Partigiani (ANPI), na Piazza del Popolo, em Roma. O ex-premier Matteo Renzi, de quem Gentiloni foi chanceler, também compareceu ao evento e foi bem recebido pelos manifestantes, com os quais trocou apertos de mão e aplausos. O protesto ocorre uma semana antes das eleições legislativas, nas quais a legenda de Gentiloni e Renzi, o Partido Democrático (PD) também concorrem ao governo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos