PUBLICIDADE
Topo

PF investiga superfaturamento em obras da Arena Fonte Nova

26/02/2018 09h37

SÃO PAULO, 26 FEV (ANSA) - A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta segunda-feira (26) a Operação Cartão Vermelho, na qual está apurando irregularidades na contratação dos serviços de demolição, reconstrução e gestão da Arena Fonte Nova, na Bahia.   


A ação cumpriu sete mandados de busca e apreensão, inclusive na casa do ex-governador da Bahia e atual secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Jaques Wagner.   


De acordo com o laudo da PF, a obra da Arena Fonte Nova foi superfaturada em valores que podem superar R$450 milhões, sendo grande parte da quantia desviada para pagamento de propina e financiamento de campanhas eleitorais.   


Após o desmoronamento da arquibancada do estádio em novembro de 2007, que deixou sete mortos, o estádio foi implodido e reinaugurado em 2013. A Fonte Nova recebeu seis partidas na Copa do Mundo de 2014, no Brasil.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.