UE autoriza fusão entre Luxottica e Essilor

BRUXELAS, 1 MAR (ANSA) - A Comissão Europeia aprovou nesta quinta-feira (1) a fusão entre as empresas Luxottica, da Itália, e Essilor, da França, que criará o maior grupo do mundo no setor de óculos.   

De acordo com o comitê, a negociação, avaliada em 50 bilhões de euros, não "tem um impacto negativo na concorrência interna do espaço econômico europeu".   

"Recebemos comentários de quase 4 mil óticas afirmando que a Essilor e Luxottica não ganharão poder de mercado para prejudicar a concorrência", afirmou a comissária da concorrência da UE, Margrethe Vestager, em comunicado.   

"Como o resultado do teste de mercado não suportou nossas preocupações iniciais, podemos deixar esta fusão continuar incondicionalmente", acrescentou.   

Segundo Vestager, a tarefa da comissão é "garantir que as fusões não conduzam a aumentos de preços ou a redução da possibilidade de escolha".   

A decisão de hoje encerra a investigação aprofundada da Comissão da UE para "examinar se a empresa resultante da fusão poderia utilizar as marcas fortes para persuadir as óticas a comprarem lentes Essilor, excluindo assim, outros produtores de lentes, através de práticas como a venda agregada ou restrita".   

A pesquisa realizada permitiu que "as marcas mais sólidas de óculos e óculos de sol da Luxottica, incluindo a RayBan, geralmente não representam produtos essenciais".   

A fusão criará um colosso de 14 bilhões de euros em receitas e 140 mil funcionários espalhados por 150 nações. Ao todo, 11 países já permitiram a fusão entre as duas empresas: África do Sul, Austrália, Canadá, Colômbia, Coreia do Sul, Japão, Índia, Marrocos, Nova Zelândia, Rússia e Taiwan. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos