PUBLICIDADE
Topo

Ministro do STF autoriza prisão domiciliar de Maluf

28/03/2018 18h27

SÃO PAULO, 28 MAR (ANSA) - O ministro do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli autorizou a prisão domiciliar do deputado afastado Paulo Maluf, nesta quarta-feira (28).   


Maluf foi internado após apresentar problemas de saúde. Segundo a "Agência Brasil", o parlamentar teria tido uma crise nervosa de madrugada por acreditar que Toffoli não avaliaria seu caso antes da Páscoa.   


De acordo com o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o deputado afastado ficaria em observação por três dias no Hospital Ortopédico e Medicina Especializada de Brasília.   


Desde que foi preso, em 22 de dezembro de 2017, Maluf tenta obter o direito de cumprir sua pena em regime domiciliar, por conta de sua idade avançada e de seus problemas cardíacos e de locomoção.   


O parlamentar foi condenado pelo crime de lavagem de dinheiro em propinas recebidas das empreiteiras Mendes Júnior e OAS quando era prefeito de São Paulo (1993-1996). Segundo a denúncia, os recursos foram desviados da construção da Avenida Água Espraiada, hoje Roberto Marinho, cujo custo total foi de cerca de R$ 800 milhões. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.