Topo

'Alpinismo' é indicado a Patrimônio Cultural da Unesco

02/04/2018 16h25

ROMA, 02 ABR (ANSA) - Itália, França e Suíça apresentaram à Secretaria da Unesco, em Paris, na França, a candidatura multinacional do "Alpinismo" como Patrimônio Cultural Imaterial.   


O anúncio foi feito pelo Ministério de Bens e Atividades Culturais e de Turismo (Mibact) da Itália. Segundo uma nota oficial divulgada pela pasta, "a promoção da candidatura multinacional representou para o Mibact a vontade de perseguir políticas culturais de acréscimo da cooperação internacional e do diálogo intercultural".   


A prática do alpinismo, representada na Itália pela comunidade do Club Alpino Italiano (CAI) e pelo Collegio Nazionale delle Guide Alpine (Cnagai), é composta "de saberes e técnicas, valores de solidariedade e ajuda recíproca e de competências específicas", informaram as instituições.   


"A sua visibilidade enquanto patrimônio cultural imaterial contribui para aprofundar e difundir o conhecimento ambiental e de ecossistemas, até mesmo em respeito das especificidades culturais locais dos territórios", diz o comunicado.   


O alpinismo é uma prática realizada em montanhas acima dos 2,5 mil metros de altura e exige uso de equipamentos adequados, além da dominação de uma técnica específica. Geralmente é feito com o auxílio de um guia de montanha.   


Na Itália, o principal local para realizar esse tipo de atividade é o Mont Blanc (Monte Bianco, em italiano) - o mais alto dos Alpes, com mais de 4 mil metros de altitude. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.