Aos 81 anos, morre Winnie, ex-esposa de Nelson Mandela

ROMA, 2 ABR (ANSA) - A militante Winnie Madikizela-Mandela, ex-esposa do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, morreu nesta segunda-feira (2), aos 81 anos, informou seu assistente pessoal em comunicado.   

Conhecida na África do Sul como a "Mãe na Nação", Winnie foi casada com Mandela de 1958 até 1992, dois anos antes do líder da luta contra a apartheid se tornar o primeiro presidente negro do país. Durante os 27 anos de prisão de Mandela, condenado à pelo regime de minoria branca, ela continuou militando. Winnie é uma das referências dentro do Congresso Nacional Africano, partido no poder do país desde as primeiras eleições democráticas, em 1994. De 1993 a 2003 foi presidente da Liga das Mulheres e chegou a ser Ministra das Artes, Cultura, Ciência e Tecnologia, no governo de Mandela (1994), mas foi demitida após uma suspeita de fraude.   

Desde 1991 o seu nome foi envolvido em vários crimes e polêmica.   

Winnie ficou bem famosa ao falar a emblemática frase: "Sem mim, o Mandela não tinha existido". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos