Arábia Saudita punirá quem espionar celular de cônjuge

SÃO PAULO, 03 ABR (ANSA) - O Ministério da Informação da Arábia Saudita anunciou nesta segunda-feira (2) que irá punir as pessoas que ficarem espionando o smartphone do cônjuge.   

De acordo com o ministério, as pessoas que forem flagradas espionando o telefone do marido ou da esposa, serão multadas em 500 mil rials (cerca de R$ 440 mil), além de uma pena de até um ano de prisão.   

Segundo a rede de TV Al Arabiya, as medidas serão aplicadas para quem espalhar para outras pessoas os dados obtidos. No entanto, caso o celular seja apenas acessado, sem que nenhuma informação seja divulgada, a penalidade poderá ser só uma advertência.   

No fim de março, a Arábia Saudita estebeleceu uma nova lei para combater crimes cibernéticos no país. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos