Ex-deputado italiano da Liga é preso por venda de votos

PALERMO, 04 ABR (ANSA) - O ex-deputado e dirigente do partido ultranacionalista Liga Norte, Salvino Caputo, foi preso nesta quarta-feira (4) pela polícia italiana sob a acusação de um esquema de troca de votos.   

Além de Caputo, seu irmão, Mario, foi detido por, supostamente, estar envolvido no mesmo esquema. O deputado da Liga Norte recém eleito na Sicília, Alessandro Pagano, também está sendo investigado.   

Segundo o Ministério Público italiano, foi estabelecida na acusação "12 episódios de venda de votos em troca de promessas de empregos ou outros benefícios".   

A investigação conduzida pelos Carabineiros de Palermo, no sul da Itália, refere-se às eleições regionais de novembro de 2017, na qual Mario era candidato.   

Em 2013, Salvino foi forçado a deixar a Assembleia Regional da Sicília após ter sido condenado a uma sentença de um ano e cinco meses por tentativa de abuso de poder.   

Na ocasião, quando ele era prefeito da cidade de Monreale, Salvino retirou algumas multas contra o arcebispo Salvatore Cassissa e de outros vereadores.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos