Ex-chefe da polícia catalã é indiciado por sedição

MADRI, 05 ABR (ANSA) - O ex-chefe da polícia regional catalã Josep Lluís Trapero foi processado nesta quarta-feira (4) por uma juíza espanhola por organização criminosa e sedição.   

De acordo com a juíza Carmen Lamela, as acusações contra Trapero são baseadas pelos crimes flagrados nos dias 20 e 21 de setembro, diante da Secretaria de Economia da Catalunha, e no dia 1º de outubro, quando os catalães realizaram um referendo ilegal. Pelos acontecidos em setembro, os independentistas Jordi Cuixart e Jordi Sánchez já estão em prisão provisória. Ambos lideraram os movimentos realizados na Secretaria de Economia.   

Além de Trapero, outros dois diretores da polícia catalã foram acusados de organização criminosa, César Puig e Pere Soler.   

Segundo Lamela, o trio integrava uma associação criminosa hierarquizada, que era liderada pelo o ex-presidente da Catalunha Carles Puigdemont.   

Segundo a magistrada, o objetivo de Puigdemont era realizar o referendo no dia 1º de outubro e conseguir a Independência no dia 27 do mesmo mês. Na data, a polícia catalã (Mossos d'Esquadra) em conjunto com a polícia espanhola precisaram agir em diversos colégios eleitorais onde seria realizado o referendo. Na ocasião, diversas pessoas ficaram feridas com os confrontos entre populares e as autoridades de segurança.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos